Blog Te Dou um Dado?

TE DOU UM CONSELHO?

Ôpa! E já recebemos nossa primeira correspondência da coluna… saca só:

Prezado guru,

Nasci magra, cresci magra e vivi magra. Até que um mal me acometeu e virei fofa. Sabe pré-gorda, pós-magra? Não chega a ser vergonhoso sair na rua, mas adeus 38, hello 42.

Embora um livro diga que 42 não é gorda, eu tenho um problema.

*chora*

Anos tentando não trocar o manequim criaram uma borda generosa de catupiry naquele lugar que o jeans aperta.

Finalmente, minha questã é:

A sua pessoa pode me dar dicas para que eu aprenda a me vestir sem parecer Britney ou até mesmo grávida (sem estar) como J.Lo?

Bom, acho que é uma dúvida um pouco boba pra valer preciosos minutos do seu tempo, mas torcerei pra minha cartinha ser sorteada 😀

Beijomeresponde,
Pré-gorda

_________________________

Querida Pré-gorda,

Olha só… acho que se sua carreira não se baseia em rebolar a bunda na TV ou ficar pelada na Playboy, ou ainda ser modelo (de verdade, tipos Gisele), ser 42 não é realmente o fim do mundo.

Bom, antes de continuar, queria abrir um parêntese aqui: eu não sou muito fã de livros “auto-ajuda”, não. Acho que no final das contas os autores têm os problemas que eles tratam nos livros e só querem fazer com que o resto do mundo os aceite. Sei lá, algo assim. Imagino que a autora desse livro aí que você mostrou, deva ser 42 logo… Enfim, algo para se pensar. Fecha parêntese.

Quer se vestir sem parecer a Britney? Bom, então simplesmente se vista. he!

Agora, quer se vestir bem? Bom, então comece assumindo seu novo número e adquirindo roupas apropriadas, justamente para o flan da Batavo não ficar escorrendo pelas bordas da calça.

Além disso, valem as eternas dicas: se seu problema é cintura, use roupas que tirem a atenção dessa região. Camisetas e blusas que sejam mais soltinhas na cintura e mais justas no busto (caso você tenha peitos bacanas, para desviar a atenção para eles), nada que seja cinturado, cores mais escuras e neutras, no geral, ou na região de risco… Agora, se você não tem muito peito, foge dos decotes muito “ousados”, para não ficar com cara de “Sasha com seu primeiro sutiã, aos nove anos”.

No mais, acho que fazer uma dietinha, nada muito radical, talvez te ajude a perder alguns quilinhos e voltar para o seu número original. Ou, quem sabe, pelo menos voltar ao 40.

É isso: uma fechadinha de boca e muito bom-senso na hora de se vestir. E bola pra frente, gata… Porque, afinal de contas, os gatos – principalmente os que curtem futebol – sempre têm como mote o famoso “pimba na gorduchinha”…

Ok, fica dado o conselho. Que agora eu vou comer uma pizza. Sem borda de catupiry.

Beijosmanera.

by Urgh.us