Blog Te Dou um Dado?

TE DOU UM CONSELHO?
(Todas as quartas, aqui no TDD?.)

Amigas, Estou com um grave problema!!! Ia procurar um analista mas resolvi pedir vossa opinião primeiro.O que perturba essa cabeça pra variar são os bofes!!!! Lá estava eu feliz e saltitante com um bofe lindo e maravilhoso que no final das contas não valia um centavo. Tudo bem a gente supera, afinal como mulher super bem resolvida que sou isso não é nada!!!E aí que me surge o melhor amigo do bofe. Gato tanto quanto o anterior mas muito mais o meu tipo e talz. Só que dai o anterior surta de ciúmes do amigo e mela a situação!!! E agora fico com o amigo e corro o risco de estragar uma amizade ou não fico com o amigo e dou uma de britney e raspo o cabelo??? Fora q vai saber se o amigo dele tb só não quer tirar uma lasquinha!!!!! aaaah socorrooo!!!! qq6acham???

beijosmerespondeantesqueeufaçaabritney
__________________

Querida ‘Britney’ (hehe),
Eu faria o seguinte: eu conversaria com o atual, pra saber qual a opinião DELE. Afinal, o amigo é DELE… Tipos, pra ex-namorado você tá pouco se lixando se tá com ciúmes ou não, né? Seu problema é “estragar uma amizade”? Bom, quem tá correndo o risco de fazer isso é o cara que você tá pegando agora. Não você.
Então, abre o jogo com o atual e pergunta: “e aí, filhão!? Tá disposto a ficar comigo e brigar com o fulano, mesmo? ou vamu parar por aqui, porque a gente só tá curtindo um momento e não valhe a pena você estragar sua amizade com ele?”.
Lata, gata… lata.
Beijos e boa sorte!

E naonde mora a dúvida? Se o anterior foi escroto, seja escrota também e fique com o amigo dele. Fora que ele é bem mais seu tipo que o anterior. Amizade de cu é rola. Faz na surdina, como se estivesse prestes a cometer um assassinato. Qualquer coisa nega até a morte. Ou inventa que tem um distúrbio bipolar, irmã gêmea desconhecida da família, que the devil made me do it, fala que foi drogada, estuprada ou espancada, faz boletim de ocorrência, ou põe um amigo contra o outro. Ou se preferir uma abordagem mais direta, se o anterior vier reclamar manda um: Pediu, não pediu? Então tomou! E quando ele estiver indo embora você grita: EU TE AMO POOOORRRAAAA! Depois se encosta na porta e vai deslizando até o chão chorando. E joga uma taça de vinho tinto na parede branca.

*****

Queridas amigas do TDD,

Meu problema não é tão incomum. E não sei se isso me conforta pelo fato de haverem varias pessoas com o mesmo problema ou se me deixa mais louca da calcinha por nunca ter ouvido uma história assim que desse certo. Mas o fato é que eu sou bi e estou apaixonaaaaaaado pelo meu amigo hétero. Ai gente ele é muito fofo!!!! o pior é que ele é da minha sala na faculdade. Dai complica muito porque além de tudo eu sou muito ciumento e fico que nem um pit bull qndo alguma racha se aproxima dele! se me perguntarem se ele ja me deu toks de que rolaria algo entre nós te dou uma resposta? naum sei… pq a gente quando ta afim de alguem sempre axa que a pessoa ta dando mole pra gente né? mas noto que ele é muito atencioso e carinhoso comigo. tipo, todo preocupado messsmo e rola uns papos meio atravessados, ele só me chama de amor, no msn sempre terminamos os papos com ele me mandando bjus, me deu bombons no dia dos namorados e por ai vai… mas sempre que tento uma aproximação mais forte, com mais conteúdo ele meio que foge, brinca e talz mas nunca se deixa levar. Ja tentei sair fora, me afastei dele e tudo, mas ele fica me ligando, mandando torpedos perguntando pq to assim distante, senta do meu lado na facu e fica o tempo todo perguntando se eu to com raiva dele! Ai gente, naum sei axo que vo ficar loucoooooo!!!!!! amigas me ajudem pelamordedeus, o que vcs axam que devo fazer? investir nessa relação e ter paciência ou tentar sair fora mais uma vez?

bjus a tooooodas, amo vcs, adoro o TDD!!!!!!

beijomesocorre!!!!!!!
_______________

Querido,

Cara, posso começar sendo curto e grosso? Tô achando que seu amigo só precisa de um empurrãozinho pra “dar entrada na papelada”, se é que você me entende… porque, cara, bombons no dia dos namorados é muito, né? assim, muito pra ser só uma “grande amizade”.

Você já se abriu pra ele? Tipos, ele sabe que você é bi, né? Se ele é tão amigável e receptivo, porque você não pensa em se declarar pra ele? Mas, só um toque: faça isso de forma calma e singela, pra não assustar o moço. Não vai soltar um “eu te amo” e lascar um beijo, que o cara sai correndo! 😉 Sério, abre pra ele, oras. Fala que você tá na dele. Assim, é um risco? É. Mas talvez valha a pena! Express yourself! heh

Talvez com tempo e carinho, ele acabe se abrindo pra você também.

Beijos e boa sorte! Me conta depois.

Definitivamente ele é viado, dá o cu e chupa rola. Fica bemloco, ou inventa que tá bemloco e cai em cima – mas ele tem que ficar bemloco também, pra você não sair com fama de Heleninha. Eu aconselharia você começar oferecendo boquete prq não mata ninguém e se o cara quiser pagar de hétero depois, pega nada, que nem diz um amigo meu: boca é tudo buraco. Daí depois bota na boca, bota na cara, bota onde quiser.

*****

Olá, fui indicada pelo meu cardiologista e geriatra a consultar um homeopata. Depois de seis meses de consultas mensais descobri que estou apaixonada por ele. Não tenho nooooção da vida do bofe. Não sei se é casado, se gosta de mulher, um babado. Só sei que penso demais na criatura. O que eu faço? Pergunto tipo aquela curiosa e indiscreta sobre a vida dele?
__________________

Cara, vamos por doses homeopáticas (heh!)…

Como assim você não sabe se ele é casado ou não? Nunca olhou o dedo-anular esquerdo dele?! Tem ou não aliança? Se não tem, já é um começo…

Outra coisa que você tem que pensar é: ele se mostra aberto à “intimidades”? Não rola umas conversinhas bobas antes da consulta em si: tipos, “como anda a vida”? Joga um verde e solta alguma coisa sobre relacionamento e casamento, pra ver o que ele fala.

Mais uma: faz a amiga da secretária! Secretárias normalmente sabem muito da vida dos médicos. Faz amizadinha, piadinhas e lança alguma coisa do tipo “ai, como o Dr. X é fofo, atencioso… se não fosse casado? Hehehe”. Se conseguir conquistar a amizade dela, aposto que ela solta a língua.

Mas se perceber que há empecilhos, o melhor é tentar desencanar.

Muita sorte e bolinhas docinhas pra você! Beijos!

Faz a romaria stalker: Joga o nome do homeopata no google, no orkut, facebook e myspace. Procurar o nome completo dele no caderninho do plano de saúde é umas também. Depois começa com um perfil falso e adiciona ele no MSN (que esperamos que você ache o e-mail em uma das suas investigações stalker). Inventa que adicionou por engano e faz as perguntas que você quiser. Depois de colhida todas as informações relevantes, é só pedir pra ele pingar na boquinha e correr pro abraço.

*****

Mando aqui uma cartinha para vocês. Até agora não consigo nem inventar pseudônimo ainda, mas certamente não quero meu nome publicado por lá por motivos de segurança (e.g. meu chefe pode ler e encrencar em mandar uma “louca” para os clientes fodões)
O problema é o seguinte: Tenho um distúrbio bipolar bastante
severo diagnosticado há poucos meses, apesar dele agir há anos. Antes eu era descontrolada e fazia merdas impublicáveis (até mesmo no TDUD). Agora, com a ajuda dos medicamentos, sou uma pessoa normal, regrada e boazinha. Só que, eventualmente, o tédio da “normalidade” me incomoda.

É… Esta minha nova vida tem me irritado, especialmente nos finais de semana. E para não me sentir tão presa, eu gostaria de beber aos sábados, mas só um pouquinho. O que fode é que eu preciso bolar uma boa estratégia para tomar um porre. Explico: meus medicamentos e alcool não combinam. Se eu tomo os medicamentos e tomo uma única dose de vodka, eu simplesmente apago e assim fico pelas próximas 15 horas da minha vida. Então, para tomar umazinhas no sábado, eu teria que largar os medicamentos na sexta de manhã, por exemplo. Ou seja, eu passaria o sábado todo meio louca e descontrolada, terminaria a noite com um porre, teria uma mega ressaca no domingo mas na segunda feira retornaria à minha vida de trabalhadora esforçada.

Vale a pena passar o sábado insano e o domingo da ressaca feliz? Como exemplo de insanidade, cito alguns dos mais leves que já fiz : assediar policiais, dar para desconhecido que catei em banca de jornal, comprar uma passagem de ônibus e ir para Belo Horizonte sem um motivo aparente, torrar todo o salário de um mês em uma tarde com coisas que eu realmente não preciso… Por aí vai…

Você imagina que é melhor seguir o conselho do meu psiquiatra, da minha psicóloga, da minha família e do meu namorado e sossegar o rabo em casa, comer uma pizza e passar um sábado normal?

Cara, será que eu realmente preciso seguir a linha da “normalidade” que todos tanto querem ou se devo mandar tudo às favas e buscar a minha felicidade eterna e genuína na loucura?

A questão principal é: Vale a pena se manter tão certinho em uma vida tão curta?

Um beijão para você,

Maria del Barrio
_____________________

Querida Maria del Barrio,

Cara, não descuida do seu tratamento, não. Se você vai se arrepender depois, das cagadas que você pode fazer sem os remédios, o melhor é ficar com eles.

E gente, por que as pessoas só conseguem ser “descoladas, animadas e ‘louquinhas’” com bebida e talz? Meu… com remédio ou sem remédio, sai com o namo, vai pra balada, se joga!! Dá pra ser feliz sim, sem goró.

Longe de mim querer ser velho-politicamente-correto ao dizer “manerem na bebida”. Mas tipos, no seu caso ‘Maria’, acho que vale a pena sim, você não largar mão dos seus amigos remedinhos, fazer cagada (considerando que você tem namorado e pode perdê-lo), por causa de um sabadozinho de “festa”.

Solta a franga, mas não solta os monstros! Hehe

Beijos e boa sorte!,

Maria Del Barrio, toca um mambo bem caliente e sai pra beber. Você conhece alguma pessoa que presta e que não bebe? Prq eu não. Larga os medicamentos na sexta, acorda tarde no sábado e já começa a beber. O lance de acordar tarde no sábado é só a nível de saúde, prq se vc beber de manhã já vai criar climão. Então começa a tarde, and if my daddy thinks I’m fiiiiine, só pára no domingo. Depois é tomar um Eno, vomitar, tomar um café, seguir com banho gelado e se estiver na vibe harcore tomar um “estimulante”que você tá nova pra mais uma semana. Como diria Lobão: viva 20 anos a 100 do que 100 anos a 20. Peidei, mas não fui eu.

*****

That’s all folks! Continuem escrevendo pra gente: [email protected]. beijos!

by Urgh.us