Blog Te Dou um Dado?

O Ego foi entrevistar a Roberta Close, 43 anos, há mais de uma década morando na Suíça. Estourou em 1984, indo parar nas principais revistas masculinas da época, como “Playboy” e “Ele & Ela”, mesmo sendo hermafrodita e registrada como homem. Ganhou o direito de trocar o nome de batismo apenas em 2005. A operação de redesignação sexual aconteceu antes, em 1989 – tinha apenas um pênis infantil e não possuía testículos.

Ego: Você acha que o fato de ser transexual pode ter atrapalhado [os contatos profissionais]?

Roberta Close: Não sei o que você quis dizer com transexual. Como assim? Porque no meu passaporte vem escrito sexo feminino, não sei se vem escrito transexual em passaporte.

_________________________________________________________________

Se nós os entrevistadores fôssemos, muito continuaríamos:

TDUD?: Opa, desculpa, Luís Roberto, percebemos que você está meio sem saco hoje. Mas a gente fez a pergunta na boa, não era pra você virar macho.

Ai gente. Acho que nossa farra de foto de Britney sem calcinha está para acabar. Não, ela não tomou vergonha na cara. É que estão tentando aprovar a “Lei Britney” que vai impor uma série de restrições aos fotógrafos – entre elas uma distância de no mínimo 180 metros de celebridades, hospitais, casas, escritórios, banheiros de balada etc.

Ou seja: chega de foto sem calcinha.

Ainda não decidimos se gostamos ou não desse projeto de lei e fica a pergunta: Com o paparazzo mais próximo a 180 metros de distância, onde a Britney vai arrumar namorado?

Mas vem cá, mudando de assunto, Britney não tá a cara do John Travolta no Battlefield Earth na foto lá de cima?

Finalmente descobriram algo maior que as tetas da Aretha Franklin: o EGO da Aretha Franklin.

A rainha do soul tá puta da vida prq na apresentação do Grammy Beyoncé apresentou a Tina Turner como rainha. T-a-p-a-n-a-c-a-r-a da Aretha, pior que isso só se Beyoncé tivesse dito que nem famosa Aretha é, ou se tivesse apresentado, sei lá, a Avril Lavigne como rainha.

Ela mandou uma nota para a revista People dizendo que não sabe quem ela ofendeu para terem feito isso com ela, mó golpe baixo para gerar polêmica, mas olha, valeu pelo meu vigésimo grammy e beijo pra Beyoncé.

Não sei NAONDE ela viu um golpe baixo para gerar polêmica sendo que ELA foi a única pessoa que reparou nisso, mas né, gente? All she’s asking is for a little r-e-s-p-e-c-t.

Depois de dedicar seu Grammy ao “meu Blake encarcerado”, Amy Winehouse saiu com um Blake não-encarcerado pra comemorar o prêmio.


O novo Blake se chama Blake Wood e além da vantagem física de não estar encarcerado, ele tem emprego, é fotógrafo e artista plástico, embora aqui pra gente debaixo da Linha do Equador dizer que é fotógrafo e artista plástico é sinônimo de desempregado.

Além do mais, Blake não-encarcerado leva uma vida saudável, é vegetariano e, reza a lenda, não usa drogas, embora aqui pra gente debaixo da Linha do Equador dizer que é vegetariano é bem coisa de maconheiro.

Blake não-encarcerado foi apresentado para Amy pela amiga Kelly Osbourne. O casal foi visto no lançamento de uma coleção de roupas masculinas e depois em uma boate da moda. Mas Blake encarcerado pode ficar tranquilo, prq essa preferência por programinhas luxo, aqui pra gente debaixo da Linha do Equador, claramente denuncia que a Coca-Cola de Blake não-encarcerado é Fanta. Uva.


E os Hilton são realmente uma família tradicional.

Barron Hilton, 18 aninhos, irmão da Paris Hilton, acabou de ser preso por dirigir alcoolizado. Aaaawwww, tão novinho e já seguindo a tradição da família!

Daí claro, com direito a foto da ficha criminal e tudo. O que já dá pra gente altas idéias de decoração. Você da família Hilton pode combinar a foto da Paris e do Barron na mesma parede e contrapô-las com dois objetos de chão, ou pôr uma estante “flutuante” logo abaixo das fotos, também contrapondo com dois objetos idênticos, que dariam a idéia de simetria. E se no caso de um terceiro ou quarto membro da família for preso, há sempre aqueles porta retratos, em formato de moldura simples branca, que corportam mais de uma foto, até na 25 de Março você encontra. Ficaí a dica!

Pra você ver como o mundo dá voltas… Era uma vez, na Semana de Moda de NY, a cantora M.I.A. – quase uma desconhecida, mas alguém na noite graças a produção por trás (e pela frente – literalmente) do DJ Diplo – tentou dar uma de bicona na festa do Marc Jacobs e nem debaixo de uma surra de pica ela conseguiu entrar. Corta. Semana de Moda de NY, 2008, a cantora M.I.A. já estabelecida como alguém na noite e sem mais precisar contar com o DJ Diplo, não só é a estrela da nova campanha do Marc Jacobs como também discotecou na festa do estilista.

Daí continuemos vendo o mundo girar e só sair daqui quando o coral negro passar. 2004, o DJ Diplo, quase um desconhecido, produzia/catava a M.I.A.. Corta. 2008, DJ Diplo, ainda quase um desconhecido, nem cata (e mal produz) mais a M.I.A., mas por bem menos de uma surra de pica ele pode entrar quando quiser no Marc Jacobs do Didi:

we’re like this!
by Urgh.us