Blog Te Dou um Dado?


Ontem a gente foi convidado a um show fechado da Fergie. “Fechado”. Pois é, imagine a nossa empolgação com a palavra “fe-cha-do”, lógico que a gente foi crente que era V.I.P. cause you know I gotta shine e que seríamos recebidos com goodie bags contendo o novo celular da Motorola, o Motorokr U9, e uma conta nova na Claro – que a Fergie estava promovendo. Pfff, ledo engano, fomos recebidos é com o povo lindo de Deus, ishpia a frequência:

If you ain’t got no money take yo’ broke ass home

Cadê Sabrina Sato? Cadê Adriane Galisteu (Ôpa, tá trampando de madruga, força Dri!)? Cadê Karina Bacchi? Cadê Malvino Salvador e todas essas celebridades arroz-de-festa de sempre? Ah, parece que Sabrina e Karina logicamente foram, mas quem disse que a gente conseguiu ter olhos pra elas com espécimes mais interessantes no salão?


Mas e o show? Então, ninguém se mexia, ninguém dançava, tava constrangedor – e nós estávamos com pena da Fergie. A gente siacabou meishmo foi com os covers que ela cantou, tipo o de Barracuda e o de Start Me Up, prq a gente é da “cena underground”, e com Glamorous prq a gente é bichinha. O povão siacabou, logicamente, com Big Girls Don’t Cry, tema do romance de Siri e Alemão no BBB 7, siacabou tanto que Fergie, num misto de alívio e gratidão por terem reagido a alguma música dela, “chorou” emocionadíssima. Certeza que ela deve fingir esse choro em todo show dela, prq né, gente? Big girls don’t cry.

by Urgh.us