Blog Te Dou um Dado?

Da Kogut:

Moral da História: Cigano Igor que não fica calado se caga todo.

Nosso leitor Leandro nos mandou o link de uma entrevista da Sabrina Boing Boing para o jornal de Franca em que ela se explica sobre aquela polêmica foto do bezerro mamando nela. Sabe? Aquela que NÃO TEM COMO EXPLICAR? Pois então, Boing Boing tentou. Melhores respostas:

Comércio – Você deve gostar mesmo de animais. Divulgou algumas fotos em que aparece praticamente amamentando um bezerro. Foi uma jogada de marketing?
Sabrina – Não. Não tenho esse negócio de querer estar na mídia. Não procuro. São eles que me querem, porque eu dou bons números. Sobre as fotos, sou assim, espontânea, e postei as imagens para mim, na minha conta do Instagram, não era para cair na mídia. A foto do bezerro foi tirada no interior do Rio Grande do Sul, em uma viagem. Não tinha nada para fazer e eu e minha amiga que viajou comigo saímos para dar uma volta no campo. Tinham dois bezerros, na minha cabeça veio assim: ‘Pô, já vi tanta gente mamando na vaca, será que o bezerro mama em pessoa?’ Levantei a blusa e minha amiga clicou, mas eu não botei o peito, até porque o bezerro tem dente. Ele ia mamar se deixasse, mas eu tirei. Achei a foto engraçada na minha cabeça. Não vejo a maldade que muita gente vê. Aí o povo já achou que era zoofilia, mas era só uma foto bonitinha de uma coisa maternal. Postei sem intenção de causar.

Comércio – Mas mesmo depois de toda repercussão da foto com o bezerro, você postou uma sua com um avestruz, no mesmo estilo. Você não estava querendo aparecer?
Sabrina – O avestruz foi quase a mesma coisa. Estava indo tocar no interior do Espírito Santo com meu produtor. Paramos para comer na estrada e tinha dois avestruzes no restaurante. Comecei a interagir com eles, dei comida na boca. Estava com um acessório de Carnaval colado no peito por causa de um documentário que tinha gravado. Pensei ‘nossa, tudo que avestruz vê ele quer comer, será que esse treco brilhando vai chamar a atenção?’. Levantei a blusa e eles vieram, meu assessor tirou foto e postei. Pronto, bastou. Não fiz uma foto sensualizando, até porque acho isso nojento e um desrespeito com o animal.

Era só uma experiência científico-maternal, seus preconceituosos.
Mas a gente só vai acreditar mesmo quando a próxima foto envolver a tromba de um elefante, Sabrina. Faz e manda pra gente.

O filho do Naldo segue xingando muito a Mulher Morango no Instragram e temos apenas uma perguntinha…

Quem de vocês vai ensinar pra ele como funciona uma virgula e explicar que “limpa a boca pra falar da minha rainha imunda” é um tiquinho diferente de “limpa a boca pra falar da minha rainha, imunda”?

by Urgh.us