Blog Te Dou um Dado?

Susaninha finalmente liberou umas faixas do CD que gravou, pra nosso deleite. O Extra Online publicou hoje links de três músicas cantadas por nossa diva.

Ouvimos uma por uma, e fizemos a análise para você, querido leitor. Bora?

A História de Lily Braun – Com todo o respeito, mas Chico Buarque deve estar achando mais fácil cagar de bruços do que ouvir esta versão de sua música. No caso. Mas nós, de qualquer forma, recomendamos que você ouça com atenção o charme do minuto 3:09.

Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda – Pense assim, você vai agradecer por existir a versão da Paula Toller. E isso não é pouca coisa, você bem sabe.

Começar de Novo – Entendemos a escolha de Susaninha por este título. Afinal, “Começar de Novo” é uma coisa que ela sabe muito bem fazer. Taí Sandro Pedroso pra atestar isso. Taí Marcelo que… opa, tá não, malzaê.

Feliz Natal

Faz tempo que a gente não fala da nossa diva-mor, Susaninha. Mas ela não nos deixa esquecê-la nem por uma semana. Ainda mais quando chega em nossa caixa de emails uma foto que nos deixa conjecturando para quem, exatamente, ela estaria telefonando no meio do tapete vermelho do Prêmio Extra.

– Alô, disk-noção? Traz meio quilo pra mim, urgente?

Daí que a gente lê que Susana aprontou e nosso coração se enche de esperança. Mas era a Susana errada, nada de Vieira, tudo de Werner.

O que te constrange mais neste vídeo?

( ) o figurino da moça misturado com o tanto de eco do playback;

( ) O cosplay de Buzz Lightear dizendo que não pensa em Susana durante o jogo;

( ) a dancinha do final

Da Quem:

Susaninha é uma mulher realizada agora. Porque o fazer uma novela, enterrar um marido traidor e gravar um cd é o novo escrever um livro, plantar uma árvore e ter um filho.

No Ego:

Olha, nossa sorte é que somos especialistas em susanavieiralogia, ou passaríamos o resto do dia tentando desvendar quem é filho, quem é neto e quem é namorado nessa foto.

Na Retratos da Vida:

Odiada pelo Brasil mas muito amada por nós, viu? Continue correndo por aí com bandeiras do Brasil que é assim que a gente gosta de te ver, sua linda.

Na Retratos da Vida:

Uma atriz de primeira grandeza da TV Globo deve, há muito tempo, uma fortuna a uma figura poderosa de uma grande escola de samba do Rio. Comenta-se que o valor é de cerca de R$ 200 mil. A tal atriz já foi rainha de bateria desta agremiação.

Pode ser perseguição, mas na nossa cabeça qualquer  papelão envolvendo global de primeira grandeza é sobre Susaninha Vieira. Para não sermos injustos, bora tirar a prova dos nove no Google:

Caso encerrado.  Pensou gafe, pensou Susana Vieira.


UPDATE: Pô, Leo Dias, faz isso com a gente não…

Olha, temos certeza de que Susaninha está na melhor fase da vida, e, como já vem demonstrando há algum tempo, daqui pra frente só vai nos dar alegria.

Por isso criaremos com este post a tag #susanices, que é única e absoluta, exaltando este estilo diva de ser e de viver.

A nova #susanice aconteceu em Nova Jerusalém, onde a atriz se encontrava (com um olho roxo por causa “do galho de uma árvore”) para divulgar A Paixão de Cristo, na qual ela interpreta Maria.

Susaninha: Em terra de cego, quem tem um olho é Rei.

Tal como Maria, Susana chamou todo mundo de “filho”, como quando disse para uma criança que não iria responder sua pergunta: “Meu filho, passei meia hora falando justamente disso”, ou na hora em que, cheia de compaixão, disse a um fotógrafo “Meu filho, se você trabalhasse para mim já estaria demitido”.

Vale a pena ler linha por linha da reportagem sobre a coletiva de Susana.

Entre na #susanice você também, meu filho.

by Urgh.us